quarta-feira, 30 de outubro de 2013

Tirinhas de Carne com Broto de Bambu


Olá, pessoal!
Tudo bem?
A receita de hoje leva broto de bambu, um ingrediente bastante apreciado na gastronomia oriental (principalmente entre japoneses e chineses).
Eu utilizei broto de bambu já picado e fervido, que você pode encontrar em Londrina na feira, nas barraquinhas dos japoneses, ou então no Mercado Shangri-lá.
Se você não tiver esse ingrediente a disposição já preparado desta forma, pode, também, escolher um broto de bambu no pé.
Aí o negócio vai variar muito entre as espécies de bambu, mas, segundo consta, nas espécies menores, você pode utilizar brotos de até 40cm, que ainda estarão bons; e nas espécies "gigantes"  brotos de até 70cm.
O negócio, aí, é cortar o broto em rodelas de aproximadamente um centímetro de espessura (desprezando os pedaços em que houver dificuldade para cortar com uma faca afiada), e aferventar por 6 vezes (para garantir maciez e retirar o amargor; aliás, para retirar o amargor também pode ser usada uma pitada de bicarbonato de sódio). Para conservar, utiliza-se uma mistura de água e vinagre (duas partes de água para uma de vinagre), com uma pitada de sal.
Não é lá tão complicado, mas eu ainda prefiro comprar semi pronto do japonês da feira! rsrs
Vamos logo à receita!


Ingredientes:

500g de carne (eu usei cochão mole) em tirinhas
300g de broto de bambu pronto para usar em tirinhas
1/2 cebola cortada em pétalas
2 dentes de alho bem picadinhos
2 colheres de sopa de molho de ostra
1 e 1/2 colher de sopa de açúcar
3 colheres de sopa de shoyu
2 colheres de sopa de sakê
óleo de gergelim torrado
sal


Modo de Fazer:

Coloque a cebola para refogar em um fio de óleo de gergelim torrado, em fogo alto.


Apenas "desfolhe" a cebola e já junte o alho (a ideia é não deixar a cebola sumir completamente durante o preparo da receita).


Assim que o alho estiver começando a ficar refogado, junte também a carne (e mantenha o fogo alto). Vá mexendo para fazer a carne selar por todos os lados.


Quando a carne já estiver selada, junte sal a gosto (lembrando duas coisas: 1 - utilizei o famoso sal temperado preparado pelo meu pai, você pode usar sal marinho comum e temperos da sua preferência; 2 - não se esqueça de que você ainda utilizará outros ingredientes que levam sal na composição, como o molho de ostra e o shoyu, então cuidado para não exagerar).


Junte, também, o molho de ostra.


Em seguida, adicione o açúcar. Vá mexendo sempre para a carne refogar por igual.


Quando a carne estiver refogada, com os caldos todos quase secos, distribua o broto de bambu por cima, e regue com o sakê e o shoyu.




Abaixe o fogo, tampe a panela e deixe cozinhar por 10 minutos.


Abra a panela, misture bem o broto de bambu com a carne (adicione um pouco mais de shoyu, se considerar que o broto de bambu está muito claro) e deixe cozinhar, com a panela aberta, em fogo baixo por mais cinco minutos, mexendo de vez em quando.



Está pronto, rapazeada!
E fica realmente bastante interessante!
Para quem gosta dos sabores da gastronomia oriental, é um prato cheio!
Como sempre, estão todos convidados a participar, inclusive enviando receitas e resenhas.
Para ver outras receitas, consulte o nosso índice, e também passe para curtir a nossa fanpage para ficar sempre a par do que vier para cá.
Um abração e "inté",

Thiago "Virgulino"

2 comentários:

  1. Delícioso, só não consigo achar o molho de ostra, dá pra trocar por hondashi? Obrigada por postar a receita :D

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Elizabeth! Tudo bem? Muito obrigado por ter aparecido e comentado! O molho de ostra e o hondashi têm efeitos um pouco diferentes entre si; mas acredito que a receita ficará, também, muito saborosa com o hondashi, sim! Depois você conta pra gente, por favor? Um abração.

      Excluir