segunda-feira, 17 de novembro de 2014

Charuto de Folha de Uva


Olá, pessoal!
Tudo bem?
A receita de hoje é dos tradicionais charutos de folha de uva.
Essa é uma receita muitíssimo apreciada nos países do Oriente Médio.
Ganha o nome de yabrak nos países árabes (a palavra significa "folha"), além de uma série de outras denominações, que variam de lugar para lugar, mas que fazem referência, em geral, a folhas dobradas ou recheadas.
Dá para imaginar que uma receita tão popular ganhe uma série de apresentações distintas: assim, há quem inclua castanhas, nozes, raspas de limão, uvas passas e outras frutas secas e diversas especiarias, como cravo e canela. Em síntese, é um prato que convida a conhecer os temperos, sabores e texturas do Oriente Médio.
A receita abaixo é apenas uma dessas muitas possibilidades.
Vamos lá!


Ingredientes:

1 pote de folhas de uva em conserva
400g de carne moída
1 copo de arroz cru
5 dentes de alho picadinho
3 raminhos de hortelã picadinhos
2 raminhos de salsinha picadinhos
1 tomate picadinho
sal
pimenta síria


Modo de Fazer:

Coloque a carne, o arroz, o alho, o hortelã, a salsinha, o tomate, o sal e a pimenta síria em uma vasilha, e misture tudo muito bem, até obter uma massa uniforme.





Se você for utilizar folhas de uva ao natural, escolha folhas novas e tenras, tire os talos, lave bem e mergulhe em água fervente, até que murchem (aproximadamente um minuto). Se você for utilizar folhas em conserva, precisa verificar se não há excesso de sal (se houver excesso de sal, você pode lavar as folhas, e mergulhá-las em água fervente, escorrendo depois). Nós usamos uma conserva libanesa que tem o sal bem equilibrado, então é só pegar as folhas e recheá-las.


Para rechear, coloque a parte mais lisa da folha virada para baixo, e a parte pontuda virada para frente. Coloque um pouco de recheio no centro, dobre os lados por cima do recheio, e vá enrolando de baixo para cima, formando um charuto (sem apertar excessivamente, porque o arroz vai crescer quando cozinhar).





Coloque os charutos todos em uma panela grande, cubra com água, tampe e leve ao fogo brando até que a água seque. O ideal é que os charutos fiquem em uma única camada na panela (para que o cozimento se dê uniformemente; do contrário, os charutos de cima ficarão menos cozidos que os de baixo).




Está pronto!



É isso aí, pessoal!
Não há como negar que o preparo dos charutos dê um pouco de trabalho e que leve um pouco de tempo (da mistura dos ingredientes, passando pela fase de enrolar os charutos e, depois, pelo cozimento.
De qualquer forma, a técnica toda (inclusive para enrolar os charutos) é mais fácil do que parece; e o resultado realmente compensa o trabalho todo!
Para ver outras receitas e resenhas, dê uma olhada no nosso índice, e também curta nossa fanpage para ficar sempre a par das novidades!
Um abração e "inté",

Thiago "Virgulino"

Nenhum comentário:

Postar um comentário