quarta-feira, 5 de setembro de 2012

Risoto de Funghi e Cabotiá


Olá, pessoal!
Tudo bem?
A receita de hoje é mais um risoto.
Como nós já devemos ter comentado, a técnica para se fazer risotos é sempre muito parecida; o que varia mais são os ingredientes.
Para se utilizar a técnica própria dos risotos é importante utilizar um arroz próprio - o que garantirá que o arroz não fique todo quebrado, e permitirá que um resultado cremoso e não empapado.
Hoje nós usamos o cabotiá - que é um ingrediente bastante comum e bem barato - e funghi secchi (cogumelos secos) de origem chilena (há quem prefira os funghi secchi italianos, mas o resultado com os chilenos também fica bem interessante).
Vale dizer que o sabor do cabotiá não ficará muito evidente no resultado (isso pode ser contornado, de certa forma, se você levar o cabotiá ao forno com ervas como o alecrim, ao invés de cozinhá-lo), mas dá um toque especial que acabará sendo percebido, e também ajuda com um colorido diferente.
Vamos lá!




Ingredientes:

2 punhados de arroz para risoto
25g de funghi secchi
2 gomos de cabotiá
1 cubo de caldo de galinha
1/2 cebola
1/2 caixa de creme de leite.
parmesão ralado
sal




Modo de Fazer:

Tire as sementes e a casca do cabotiá, e coloque com água na panela de pressão. Quando pegar pressão, abaixe o fogo, e mantenha por cinco minutos.



Enquanto isto, coloque uma caneca de água para esquentar. Quando a água estiver chiando (um pouco antes de ferver), desligue o fogo, e coloque os funghi secchi, mergulhando na água e deixando hidratar por 20 minutos.



Tire a cabotiá da panela de pressão e corte em cubos pequenos e reserve (não se preocupe muito com o formato, porque eles vão acabar derretendo durante o preparo da receita).



Passados os 20 minutos, tire os funghi, coloque o caldo de galinha nessa mesma água e esquente ela novamente, mantendo a fervura em fogo baixo (essa água será utilizada no cozimento do arroz; se você preferir, pode misturar um pouco da água da hidratação dos funghi com um pouco da água do cozimento da cabotiá, para colocar o caldo de galinha). Corte os funghi em pedaços e reserve.



Em uma panela antiaderente refogue a cebola cortada finamente em rodelas.
Quando a cebola estiver começando a ficar transparente, junte os funghi e vá mexendo.



Em seguida, coloque o cabotiá, mexa um pouco e já junte o arroz, tempere com sal a gosto e vá mexendo bem, para não grudar.



Adicione um pouco do caldo, e continue mexendo.



Prossiga juntando, concha a concha, o caldo, até que o arroz esteja cozido al dente, tomando sempre cuidado para não deixar secar nem grudar.



Quando o arroz estiver no ponto, apague o fogo, junte o creme de leite e o parmesão.



Mexa bem para deixar homogêneo e sirva logo em seguida, porque, como qualquer risoto, o negócio é comer enquanto está quente!




Fica muito gostoso, pessoal!
É lógico que os funghi secchi proporcionam um sabor bastante característico, e quem não gosta muito do ingrediente corre o sério risco de não se identificar muito com o resultado.
Para todos os demais mortais - como eu mesmo, por exemplo - há uma enorme chance da receita agradar, e muito!
Esperamos que vocês testem e aprovem a receita!
Logo tem outras ideias de risoto aparecendo por aqui!
Como sempre, vocês estão convidados a participar com comentários, sugestões e tudo mais. Também estão sempre convidados a mandar suas próprias receitas, suas resenhas sobre bebidas e lugares e tal. E ainda fica sempre o pedido de que vocês ajudem na divulgação!
Um abração e "inté",

Thiago "Virgulino"

Nenhum comentário:

Postar um comentário